28 de maio de 2007

Camelo

- " Olha-me aquele camelo! "
- " Que ganda camelo! "
- " Seu camelo! "


... e por aí fora, eram expressões insultuosas e que estavam em desuso (substituídas por outras bem mais insultuosas). Contudo, nos últimos dias, tem sido uma palavra recorrente no nosso já tão grande anedotário político nacional. Até tem a sua graça! A imaginação deste povo é grande, pena é que não seja assim em tudo.

26 de maio de 2007

Por essa "minha" Europa...



create your personalized map of europe
or check out our Barcelona travel guide

Assim se vai povoando o nosso imaginário... construir pouco a pouco uma Europa "nossa"! Dar sentido às palavras de Jean Monet. Não nos fechemos em fronteiras.

Consultem este site e podem realizar diversos mapas personalizados. Muito interessante.

23 de maio de 2007

Bonne nuit


Passo de mansinho, apenas levemente, como se não existisse. Deixo apenas um beijinho de boa noite.
Je passe très doucement, silencieusement, comme si je n'éxistais pas. Je laisse à peine un p'tit bisou.

19 de maio de 2007

Hommage à Jean


(photo Meggy)
Ce dessin/aquarelle je l'appelle " La baigneuese", c'est un cadeau de Jean-Marie. Merci.

Bisous

13 de maio de 2007

Enya e o mundo celta

A música da Enya, bem como a maior parte da chamada música celta, no meu entender, apela a um certo esoterismo, um reviver de uma Era Mítica. Um mundo que se regia por normas da Mãe Natureza, adorada, onde os valores de Cavalaria cristã desabrochavam apenas. Os Cavaleiros do Rei Artur. Os Cavaleiros da Távola Redonda. Os Cavaleiros que partiram na demanda do Graal e na defesa dos peregrinos da Terra Santa. Os Cavaleiros que em nome de Cristo defendiam uma Europa que ainda não era una e onde eram lançadas as sementes da sociedade europeia actual. Uma Europa feita de guerra, violência, crença, fé... era preciso acreditar! Senão teria sido um período bem mais alargado desta rivalidade mesquinha entre pequenos reinos. Onde o poder estava na ponta da espada, na influência económica ou política (onde é que eu já vi isto?!). Reinava-se pelo medo e com medo. Medo de perder a coroa, medo de perder a ascendência do poder, a protecção real (mais importante que a protecção divina) e até medo de perder a protecção papal. Até o mais poderoso rei temia o Papa (excepto Henrique VIII, bem mais tarde, mas isso é outra história).

Uma era Mítica! Uma era mística! Sim! Sinto misticismo nestas melodias onde a voz se meleia com a suavidade da música, transportando-nos para outros mundos!

Quando oiço este género de música lembro, frequentemente, o romance de Marion Zimmer Bradley, As Brumas de Avalon. Por vezes, sem razão aparente, sinto a Senhora do Lago em mim.

Enya réprésente la voix mystique d'un monde d'autrefois! De femmes! La force et la sagesse! L'amour et le devoir! La volonté et le sacrifice! Le pouvoir politique et spirituel!!
Voilá ce monde fait d'énergies, croyances, volontés, exigences... on vit pour les autres... L'esprit de ce monde reste encore en nous. Nous les européens descendants de ces celtes- là, de ces chevaliers amis d'Arthur, le Roi mythique de la Table Ronde. Ces hommes qui ont cru défendre la chrétienté, défendre les valeurs du bien contre ceux du mal des peuples venus du sud, d'Afrique, les arabes, ou du nord et de l'est, les barbares. Un monde qui commençait à peine à s'organiser. Des centaines d'années de luttes, d'alliances, de traités de paix solidifiés dans des mariages sans amour et sans âme.
Ce monde dont on vient et où on rêve de revenir!!!

7 de maio de 2007

Amigos


Amigos são anjos que nos ouvem e nos erguem quando estamos a afundarmo-nos.
Les amis sont des anges qui nous écoutent et nous soutiennent quand on est en train de naufrager.

6 de maio de 2007

Dia da Mãe

Hoje é o Dia da Mãe em Portugal.

Aujourd'hui c'est la fête des mères au Portugal.

Belo dia esteve hoje. SOL, muito SOL!!
Belle journée!
Du soleil!

Finalmente um belo dia de Primavera.
Céu azul! Muita luz!! Muito sol!!!
Pena o vento forte e frio junto ao mar.

Un beau jour de printemps, finalement le soleil, le ciel bleu et un petit peu de chaleur malgré le vent, ce vent qui vient du nord, un vent fort et froid!
(foto Meggy)
Fomos até à Nazaré beber café (passeio dos tristes! Bah, oui! Mas não tão tristes assim porque ainda têm dinheiro para a gasolina... que não está propriamente ao preço da chuva... eheh... enquanto não se paga... a chuva!).

Hoje saía ao mar uma procissão (não me lembro do nome da santa... será em honra de Nossa Senhora da Nazaré?! e daí talvez não)... não me lembrava desta procissão senão não tinha ido, mas como fui cedinho não apanhei muita confusão.

Foi muito interessante ver sair do porto os barcos enfeitados, alguns levando andores de santos... outros apenas acompanhavam e levavam familiares de todas as idades. Uma festa! Sobretudo para quem ia! Uma religiosidade latente, fruto de tanto sofrimento passado, mais que presente. Fruto de um tempo em que o mar era o inimigo mortal, que ceifava vidas e marcava para sempre os que a elas estavam ligados: mães, esposas, filhos... A terra ainda se veste de luto, mas não tanto com noutras épocas, em que o areal, sobretudo ao fim do dia, se enchia de gritos e lágrimas e sombras negras!!
Realmente um outro Universo - a Nazaré.

5 de maio de 2007

Semaine du français

Finalement la semaine est finie.

On est bien fatigué.
C'est le travail et la déprime.
La déprime provoquée par le travail en excès.
Plus on veut ouvrir les horizonts, plus il semble qu'ils se ferment.

Est-ce que qq'un peut m'expliquer qu'est-ce qu'il arrive chez nous? Chez nos enfants d'aujourd'hui?
Comment peut-on changer les choses???

Bon, on essaie.
C'est vrai qu'on fait bien des efforts!!!
On joue au foot.
On chante.
On joue du théâtre.
On chante.
On étudie (pas eux).
On corrige.
On écrit.
On chante.
On étudie (pas elles).
On fait des expositions.
On fait des crêpes.
On chante.
On étudie.

De temps en temps on se fâche aussi... très peu... rarement... de temps en temps...