11 de junho de 2008

O OURO NEGRO

Hoje presenciei algo que nunca imaginei: filas de carros para abastecer... não porque a gasolina vai aumentar 2 ou 4 cêntimos mas porque poderá haver ruptura total nas bombas de gasolina. Aliás, como já acontece um pouco por todo o país e até aqui na região. Os carros, carrinhas e até ambulâncias, carros de bombeiros... em fila. Enquanto isso Portugal jogava no Europeu. Logo, a situação é mesmo desesperante, pois, em caso algum, um português que se preze põe o nariz fora da Tv em dia de jogo da Selecção. E, como ganhámos ( o que deu imenso jeito... a quem de direito), a malta vai apssar horas a comemorar e a gramar horas infinitas de TV (quem quiser, claro), a entrevistar quinhentas mil pessoas... que dizem... resumidamente.... nada.... Excepto que estão orgulhosos da Selecção... de vez em quando também de serem portugueses... e patati e patata...

Na minha mente apenas as imagens fotgráficas de um Maio/Junho distantes, em França... 1968... em que se instalou o caos devido a paralizações, greves, manifestações, falta de transportes públicos, de correios, etc, etc e..... falta de combustível. Quando refiro essa época, esse conjunto de manifestações púlicas, sociais e outras coisas mais, costumava dizer que hoje isso era impensável, que seria um caos ainda maior, devido à grande dependência de quase, para não dizer todos, os sectores. Voilà, afinal esse dia está próximo.
O mundo não aprende com a história que lemos e que escrevemos.

Demagogia
Feita à maneira.... lálálá

E assim se vai neste quintal à beira-mar plantado.